Os seus dados estão prontos para o tal Advanced Analytics?

Muito se fala sobre projetos de advanced analytics, artificial intelligence, machine learning, data science, data architecture e pode ser colocado aqui qualquer termo em inglês relacionado ao ambiente de dados. Porém pouco se comenta sobre a qualidade que os dados precisam ter para que sejam manipuláveis e possibilitem a extração de informações acionáveis.

Seja por falta de glamour ou por ser quase invisível (aquele que ninguém quer fazer mas se não for feito nada sai do lugar), o trabalho que envolve arquitetura dos dados, normalização e padronização de taxonomia e suas origens, higienização e correção de dados legados, é, na maioria das vezes, desconhecido e  negligenciado, chegando a ser “escondido” no momento da apresentação comercial.

É neste momento que o contratante (que frequentemente são pessoas com pouco conhecimento no assunto e estão atrás da tal transformação digital porque “precisam” se modernizar) se depara e não concorda com o valor do investimento a ser feito nem com o prazo de implementação do projeto. Isso, normalmente, faz com que, quando e se fechado, o acordo comercial acabe contemplando um escopo reduzido, com assessment light e sem um objetivo concreto ou uma hipótese bem definida.

Para corroborar com os pontos acima, os cases de Advanced Analytics, Transformação Digital e uso de dados que estão disponíveis no mercado falam apenas dos ganhos obtidos. Mas quase nunca abordam o tempo de implementação do projeto, o tamanho da equipe necessária e tampouco a dedicação e paciência dos contratantes e seus times no momento de implementação.

Agora, você deve estar pensando: O cara falou, falou, mas e aí? O que eu tenho que fazer? Como posso melhorar?  

  1. Paciência. Não é porque é tecnologia que tem de ser rápido;
  2. Paciência. Não é porque você contratou todas as plataformas de gestão de dados que o dinheiro pode comprar que a sua empresa está pronta;
  3. Governança de Dados (Pessoas, Processos e Tecnologia).

Sendo assim, ter paciência eu não consigo te ajudar. Mas sobre detalhar e aprofundar um pouco mais sobre governança de dados eu consigo.

Seja bem vindo ao novo capítulo da série: Você sabe o que é e como funciona? Governança de Dados!

About Bruno Martos

Bruno tem mais de 15 anos como profissional orientado a dados, traduzindo o mundo das tecnologias de MarTech entre time técnico e marketing, sua jornada profissional o colocou na vanguarda do desenvolvimento de inteligência de dados, análises avançadas, ciência de dados, aquisição de usuários, engajamento do consumidor, inteligência de consumo e mídia programática. Durante todo este tempo combinando suas habilidades técnicas, negócios e gestão para ter sempre uma equipe diversificada e de alta performance.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *