Variável customizada: Potencializando seu cruzamento de dados.

Variáveis customizadas, as famosas Custom Vars, para que elas servem afinal?

Essas variáveis são espaços “vazios” dentro do banco de dados do analytics, e servem para que você popule com informações essenciais para o seu negócios.

Como assim?

Simples, o Google Analytics possui 5 dessas dimensões para o Google Analytics gratuito e 50 para o Google Analytics Premium para que você as utilize para guardar informações extras que não estejam contempladas nas dimensões pré-existentes do GA.

Porque fazer?

Você deve fazer esse tagueamento sempre que for necessária uma análise de diferentes perfis de usuários. Ex.: Logados vs Não-logados.

Como fazer?

Para que você comece a registrar estes dados adicionais basta adicionar um código de GA customizado dentro da programação do seu site, lembrando que ele não substitui o tagueamento de GA padrão.

Este tagueamento possui 4 níveis de registro principais:

GA_CustomVar_Explicacao

  1. Index: É neste local que você “avisará” o Google Analytics qual a dimensão você esta usando, como dito antes, você tem 5 dimensões para o Google Analytics gratuito e 50 para o Google Analytics Premium.
  2. Name: É o nome que você dará para a sua variável customizada.
  3. Value: É o local que será registrada a sub-informação da sua variável, este pode ser configurado para buscar uma informação de uma variável. Ex.: Site com regionalização em que a informação dessa regionalização é definida no momento que o usuário entra no site.
  4. opt_scope: Define como será o registro do engajamento do usuário sendo 1 (visitante), 2 (visita) ou 3 (página).

Qual seria a estrutura desse código?

Ela é assim: _setCustomVar(index, name, value, opt_scope).

 

Como seria o código a ser implementado no meu site?

O código ficaria assim:  _gaq.push([‘_setCustomVar’, 1, ‘Nome‘, ‘Valor‘,2]);

 

Em que parte do código eu tenho que colocar ele?

Você deve colocar esse código antes do tagueamento de evento (_trackEvent) ou antes do tagueamento de página (_trackPageview), para que ele (_setCustomVar) possa ser registrado dentro do analytics através da imagem GIF que o tagueamento de página/evento envia para o servidor do Google Analytics.

 

Enjoy!

 

Veja aqui as práticas recomendadas pelo Google Analytics para esse tipo de tagueamento e para mais explicações sobre o tagueamento completo veja neste outro link.

 

About Bruno Martos

Head de Mídia Programática na 2ACTION, atendendo agências como DM9DDB, Africa, Sunset, Leo Burnett, Dentsu e AG2; 8+ anos de experiência em marketing digital, com passagens pela Aunica e Ogilvy; Especializado em mídia online e BI. Formado em publicitário na FAAP e pós-graduado em marketing na EAE-Barcelona; Principais clientes: Chevrolet, Fiat, Consul, P&G, C&A, O Boticário, Vivo, Claro, Kraft Foods, Asics, Citibank e Itaú.