Tagueamento de Google Analytics para Facebook

Preciso registrar as minhas fontes de tráfego originais dentro de um aplicativo no Facebook. É possível fazer isso?

A resposta a esta pergunta geralmente é…

 

Impossível!

 

A explicação técnica dessa resposta é: por se tratar de um iFrame dentro do Facebook, a própria plataforma bloqueia o registro das fontes originais de tráfego, fazendo com que dentro do GA tenhamos somente fontes de Referral (Sites de referência): facebook.com ou algum subdomínio.

 

Quer dizer que nunca saberei qual portal está me dando um melhor retorno dentro de um APP?

 

Não! Para que você possa fazer um tagueamento de Google Analytics para Facebook basta seguir 2 simples passos de implementação.

1° – Criação de uma página em branco que redirecione para o APP.

Função: Registrar no cookie do GA a fonte de tráfego original.

Como Fazer: A maneira mais simples de se fazer uma página como esta é abrir um bloco de notas e colar este código:

 

<html lang="pt">
<head>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html;charset=UTF-8" />
<title>Nome da Página</title>
<script type="text/javascript">
 var _gaq = _gaq || [];
 _gaq.push(['_setAccount', 'UA-XXXXXXXX-X']);
 _gaq.push(['_initData']);
 _gaq.push(function () {setTimeout('window.location = "https://www.facebook.com/URL-DO-APP"',500)});
 
 (function() {
   var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true;
   ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://' : 'http://') + 'stats.g.doubleclick.net/dc.js';
   var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s);
 })();
</script>
</head>
<body>
</body>
</html>

Dentro desse código temos que substituir 3 pontos:

1° – Nome da Página: Definir um nome para a página de redirecionamento.

2° – UA-XXXXXXXX-X: Coloque o UA da sua conta de Google Analytics

3° – https://www.facebook.com/URL-DO-APP: Coloque a URL do aplicativo criado.

 

Ao salvar o arquivo coloque a extensão “.html” logo após o nome do arquivo.

Ex.:

 

Obs.: Você deve colocar o arquivo de redirecionamento no mesmo servidor em que estiver o aplicativo.

Caso você não possa colocar o arquivo no mesmo servidor, você precisará fazer mais uma customização dentro do código padrão do GA inserido nessa página.

 

O código a ser colocado é o setDomainName. Ele deve ser inserido logo abaixo da linha de código do perfil (UA), assim:

 

<script type="text/javascript">
 var _gaq = _gaq || [];
 _gaq.push(['_setAccount', 'UA-XXXXXXXX-X']);
 _gaq.push(['_setDomainName', 'DominioDoApp.com']);
 _gaq.push(['_initData']);
 _gaq.push(function () {setTimeout('window.location = "https://www.facebook.com/URL-DO-APP"',500)});
 
 (function() {
   var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true;
   ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://' : 'http://') + 'stats.g.doubleclick.net/dc.js';
   var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s);
 })();
</script>

 

Obs2.: Essa página NÃO pode ter o tracking de página (_gaq.push(['_trackPageview'])).

 

2° – Implementação customizada do código básico do GA.

Função: Anular o registro das URLs do facebook e manter a fonte de tráfego registrada na página de redirecionamento.

Fazer: Para se fazer a anulação das URLs do Facebook precisamos utilizar o código addIgnoredRef, e o código customizado fica assim:

 

<script type="text/javascript">
 var _gaq = _gaq || [];
 _gaq.push(['_setAccount', 'UA-XXXXXXXX-X']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 'static.ak.facebook.com']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 's-static.ak.facebook.com']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 'apps.facebook.com']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 'facebook.com']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 'static.ak.prod.facebook.com']);
 _gaq.push(['_addIgnoredRef', 'static.ak.www.facebook.com']);

 (function() {
   var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true;
   ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://' : 'http://') + 'stats.g.doubleclick.net/dc.js';
   var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s);
 })();
</script>

 

Obs.: São 6 URLs do Facebook que devem ser “eliminadas” e todas elas estão listadas no código customizado acima.

 

Obs2.: Uma vez que estamos trabalhando com iFrame recomendo que o tagueamento das páginas do aplicativo (_trackPageview) seja o virtual, e não o automático.

Para saber a diferença entre esses dois tagueamentos, veja o artigo “Tagueamento de página: Virtual ou automático, qual a diferença?”

 

Obs3.: A URL final que aparecerá no browser do usuário não aparecerá com os parâmetros de campanha. O correto registro da campanha somente poderá ser identificado com a validação do tagueamento. Para saber como fazer uma validação, veja o artigo “Como sei se o site está tagueado corretamente?”

 

Obs4.: Utilizando este tipo de tagueamento, todas as outras visitas que não passarem pela página de direcionamento serão registradas como visita direta.


Enjoy!

About Bruno Martos

Head de Mídia Programática na 2ACTION, atendendo agências como DM9DDB, Africa, Sunset, Leo Burnett, Dentsu e AG2; 8+ anos de experiência em marketing digital, com passagens pela Aunica e Ogilvy; Especializado em mídia online e BI. Formado em publicitário na FAAP e pós-graduado em marketing na EAE-Barcelona; Principais clientes: Chevrolet, Fiat, Consul, P&G, C&A, O Boticário, Vivo, Claro, Kraft Foods, Asics, Citibank e Itaú.