Você sabe o que é e como funciona a Mídia Programática?

Antes de falar sobre mídia programática, falaremos sobre compra programática.

O que é a compra programática?

Compra programática é a compra que é feita através de um programa. Por exemplo, quando você está buscando a camiseta do seu time de coração e você faz essa compra dentro de algum eCommerce especializado, você já está fazendo uma compra programática. Ou seja, você já a compra programática faz algum tempo e, provavelmente, nem sabia.

 

Então a mídia programática é a compra de mídia através de um sistema?

Exato. A mídia programática, também conhecido como programmatic media buying, é a evolução da forma de você fazer a compra de um espaço publicitário sem estar comprando diretamente de um vendedor.

 

Quais são os tipos de inventário da mídia programática?

Os inventários disponíveis podem ser de display, vídeo, social e mobile e para que você compre esse inventário eles podem ser de duas formas:

1ª) Reservado: é aquele que você faz uma negociação com o portal e adquire um private Deal, fazendo com que você tenha preferência na compra. Este inventário também pode ser chamado de Private AdExchange;

2ª) Não Reservado: este tipo de inventário está disponível dentro das AdExchanges e qualquer pessoal que tenha acesso à uma DSP consegue comprar;

Quais são os preços pagos na mídia programática?

A mídia programática pode funcionar de duas formas:

1ª) Fixo: é como na compra de um espaço publicitário tradicional através de sistemas, para isso utilizamos plataformas de SSP. Exatamente como o exemplo da compra da camiseta do seu time citado acima;

2ª) RTB (real-time bidding): ou seja, você compra o espaço publicitário através de leilão, para esse tipo de compra utilizamos plataformas de DSP. Um exemplo é o mercado da bolsa de valores, em que as pessoas do mercado financeiro monitoram sistemas identificando quais as melhores oportunidades e quando as encontram as compram via sistema;

 

Quais os benefícios encontrados com esse tipo de compra?

  • Aumento no tempo da equipe de mídia investido em estratégia;
  • Diminuição do tempo operacional da sua equipe de mídia com a compra dos pacotes;
  • Escalabilidade dos seus recursos, permitindo-os absorver maior volume de demanda;
  • Rentabiliza o inventário dos portais que não foram previamente vendidos;
  • Aumenta o tempo dos vendedores para pensarem em projetos especiais, os quais possuem maior valor agregado para o cliente (anunciante e/ou agência) com para o próprio portal;
  • Possibilidade de enriquecimento da entrega de mídia com a compra de audiências próprias ou de terceiros (Data Providers)

 

Enjoy!

About Bruno Martos

Head de Mídia Programática na 2ACTION, atendendo agências como DM9DDB, Africa, Sunset, Leo Burnett, Dentsu e AG2; 8+ anos de experiência em marketing digital, com passagens pela Aunica e Ogilvy; Especializado em mídia online e BI. Formado em publicitário na FAAP e pós-graduado em marketing na EAE-Barcelona; Principais clientes: Chevrolet, Fiat, Consul, P&G, C&A, O Boticário, Vivo, Claro, Kraft Foods, Asics, Citibank e Itaú.